post_rss
Tecnologia

Palácio Presidencial de Angola

  • Data da Publicação:
    2021-01-13 18:00:21
  • Fonte:
    CIPRA

História

Período colonial

Foi construído em 1607/1611, inicialmente para servir a Câmara de Luanda. Entre 1621 e 1630 foi adaptado para funcionar como o Palácio do Governador-Geral, sob a administração colonial de Fernão de Sousa. Em 1761, na época do governo do Marquês de Pombal, o edifício foi quase completamente demolido e reconstruído no estilo pombalino. Manteve-se assim até aos anos 40 do século XX, quando recebeu uma reforma comandada pelo arquiteto Fernando Batalha[1][2]. Foi ampliado, modernizado e unificado com o Palácio Episcopal e a Casa da Junta Real. Data desta remodelação a atual fachada classicizante[3].

Pós-independência

Depois da independência de Angola, o palácio que até então tinha sido a sede do governo colonial, passou a ser a residência oficial do Presidente de Angola. Foi classificado e protegido pelo Despacho n.º 24, de 18 de Abril de 1995[4].